"Não canso de dizer: o ballet é a minha segunda pele".

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

O Cisne Ferido

Imagem da vidência inconsciente, num simples gesto onde amor e ódio se confundem num tema de paixão.
Alegria e sofrimento numa só vida desenham, um mar de sentimento sem sujeito pura emoção.
Pra onde voam os caminhos traçados e esguios de valentia e determinação?
Paciência no esperar,paciência no pensar, paciência no agir, paciência até pra chorar...
Eu quero. Eu busco. Eu vou, mas volto...
Sou forte. Posso suportar.
Não!Nada disso... posso até me modificar!
Mas aqui dentro arde uma dor que me corrói até sangrar.
E me olho e me admiro, me vejo


Olho pro lado, não vejo e nem escuto. Outro lado também, não.
O que aconteceu?Todos ensurdeceram, menos eu?
É preciso reagir, sim, é preciso construir, mas posso e devo tentar?
Ah! Como eu desejo renovar,mas espera! Ouve!
Me recolho,me aprisiono, num voo raso de socorro, me espalho...
E então reviver, renascer,me recontar...


Wellen de Barros

6 comentários:

Ana Paula disse...

Sentimentos a flor da pele... isso é arte!

carolina disse...

Cecilia Kerche... o cisne... ENCANTAMENTO!!! Simples assim...
Só quem já há viu no palco para compreender a composição de corpo e alma... a fusão única...
Parabéns Diva!!! Obrigada Diva!!!
Obrigada por nos encantar... por nos mostrar a sua mais bela arte... Sensacional...

Shirley disse...

Sendo apresentada... conhecendo e já admirando e amando esse tão única manifestação de arte...
Parabéns!!!
Shirley

Endy disse...

Não sei como poderei expressar, o que sinto ao ver a Cecília dançar. Há em mim uma estranha mistura de sentimentos e ao mesmo tempo uma paz infinita que me absorve e me leva a um lugar distante, mas que ao mesmo tempo conheço muito bem. Pois através da sua arte posso ter por alguns minutos ou quem sabe horas, um encontro comigo mesma.

Espero em breve, outra vez lhe ver dançar, e assim mais uma vez presenciar o renascimento de um cisne...

Parabéns!!! e muito obrigada por se permitir ser o canal entre transcendência e a realidade.

Beijos

dgs arte filosófica cotidiana disse...

não basta uma magnífica voz,
não basta uma magnífica perna,
não basta uma magnífica mão,

pra ser artista meu amigo,
É PRECISO CUCA!!!!
BJS,
DGS...

Luiza Melo disse...

É muitoa perfeição para uma pessoa só, meu Deus , que mulher perfeita